MINDSET DIGITAL

A maioria das pessoas das gerações Veteranos, Babyboomers e X jamais imaginariam o quanto a tecnologia evoluiria, porém boa parte delas estão efetivamente inseridas atualmente como usuários.  Já a transformação digital dentro das empresas nos leva a questionamentos do tipo: o negócio já tem presença digital definida? Ou a companhia  já iniciou  as mudanças necessárias para  sobreviver  e  acompanhar o mercado?

De longe, os ícones mais expressivos da adaptação  dos seres humanos às inovações tecnológicas  são os computadores e os smartphones. A Apple, o sistema Touch e o IOS  tornaram tão intuitivos os procedimentos que a resistência e a aversão ao novo foi deletada.

Denominados pelo growth hacker Sidney Ferrér como Netfóbicos – pessoas com medo da tecnologia –  no livro que leva o mesmo nome, mesmo com maturidade digital quase primitiva e uma resistência muito forte a tecnologia, gerações de seniors inteiras  foram inseridas na era da  Inovação após  os 40 anos.  Hoje, elas utilizam  softwares, baixam músicas e aplicativos, transferem dados e postam figurinhas (stickers) com muita facilidade. A quantidade avassaladora de dados as quais fomos submetidos e a mudanças absurdas de comportamento a qual  a humanidade foi exposta, transformou de maneira  jamais vista a forma de nos relacionarmos  uns com os outros,  amar , trabalhar e sobretudo como consumimos informações, produtos e serviços.

ATÉ 2020 ALGO EM TORNO DE 86% DOS COMPRADORES PAGARÃO MAIS PARA TEREM UMA MELHOR EXPERIÊNCIA.  A CHAMADA JORNADA DE COMPRA DO CLIENTE SUPERARÁ O PREÇO E O PRODUTO COMO O DIFERENCIAL DA MARCA.

Quem nunca se pegou conversando ou discutindo com um atendente virtual da Operadora sem se dar conta de que estava falando com um Robô (chatbots)?  Os  smartphones trouxeram tantos benefícios  que os serem humanos se adaptaram numa velocidade muito grande  e hoje eles são considerados praticamente nosso quinto e – inseparável – membro.  Para alguns um vício! Com o advento da banda Larga e a promessa de velocidades mais consistentes as informações serão ainda mais democratizadas e compartilhadas ao redor do mundo e poucos sabem imaginar se os seres humanos estão realmente preparados para tantas facilidades e conhecimentos. Uma coisa é certa: as empresas e os Governos…não estavam. 

PARA UM TERÇO DE TODAS AS EMPRESAS . EM 2017 O CRESCIMENTO DA RECEITA DE PRODUTOS BASEADOS NA INFORMAÇÃO FOI O DOBRO DO RESTANTE DO PORTFÓLIO DE PRODUTOS/SERVIÇOS. 

A boa nova é que atualmente existem uma gama de ferramentas e robôs que facilitam a coleta de dados  e a análise de métricas. Com a análise destas informações é possível melhorar exponencialmente o relacionamento das marcas, produtos e serviços com os e-Consumidores. O setor mais importante de uma empresa, passou a ser o departamento de marketing digital e o seu papel é observar toda a jornada de compra do e-Consumidor  para que seja sempre possível redesenhá-la  com foco na melhoria da experiência de compra em todo o processo, inclusive entrega e pós-venda.

Resumindo a tal revolução digital não passa do papel se antes não for desenhada por nós seres humanos.  Em termos de gestão,  as  startups estão anos luz á frente quando o assunto é  inovação e tecnologia, mas o que eles não abrem mão mesmo é de um bom time de seres humanos comprometidos. 
Para que isso ocorra, se faz necessário que VOCÊ comece a ficar mais atendo e busque conhecimento e assessoria qualificada. Inicie um processo de interação com agentes que possam lhe ajudar a promulgar esta transformação: leitura especializada, participar de cursos, feiras e eventos sobre temas como inovação e gestão na era da tecnologia e da informação! A seara digital é cheia de dogmas e velocidade própria e um deles é: ´´Se for errar…erre rápido! Não cometa o erro de ficar esperando seus resultados piorarem ainda mais ! A tecnologia não pede licença! Ela chega, invade o seu mercado e muitas vezes não diz nem: ´´Ops! Foi mal! ´´como costumeiramente retrucam os Millenials – geração percursora destas mudanças – e que está a frente da maioria destas disrupturas.

Em resumo, a transformação digital incita de maneira imediata a promovermos mudanças na maneira de como enxergamos o mercado e nos obriga a incorporar processos digitais em nossa forma de gerir, se comunicar, se locomover e até pensar.

Fale com a GENTE e sinta a diferença.

Atendemos em toda América do Sul

Nossos profissionais reúnem mais de meia década de experiência e
cases de sucesso que vão impressionar Você e sua equipe, sobretudo no setor de PME!
Estamos ansiosos para participar da sua imersão na 
Cultura da Transformação Digital!

QGS4/BRASIL
Humano Coworking
Iporans, 737
Estância Turística de Tupã – SP – BRASIL
CEP: 17 601 170

+55 14 99648-1111

+55 19 98147-2225

+55 19 99845 4908