LINHA DO TEMPO

A mudança de mindset que exige a assimilação da Cultura da Transformação Digital se inicia com a reavaliação do modelo de negócio e o desenvolvimento de novas perspectivas baseadas na ”próxima curva” do segmento em questão. Por exemplo: qual será a ”próxima curva” do mercado imobiliário? Da metalurgia? Dos escritórios de Contabilidade? Petshops? e etc.

Não se trata de um jogo de adivinhação.  A tecnologia nos permite viajar no tempo (para o passado e o futuro) e a trabalhar com métricas e exemplos ocorridos em outros países, por exemplo. Estes exercícios ajudam a  identificar a ´´próxima curva´´.  Após avaliar os possíveis impactos e rupturas em seu segmento se faz necessário então, estar aberto as adaptações de reestruturação na gestão, processos e meios a fim de se alcançar os objetivos traçados.

As disrupturas digitais estão atingindo as pequenas, médias e grandes corporações mundo afora e é impossível você ou o seu negócio não estarem sentindo seus efeitos. Não há mais zona de conforto para a quitanda da esquina ou a Netflix! Mesmo empresas já imersas na Nova Economia, correm o risco de desaparecer em um piscar de olhos pois a sobrevivência corporativa não depende mais do conhecimento empírico, dos equipamentos e das tecnologias e sim da capacidade real de compreensão da  amplitude da transformação que necessitam edificar internamente e a implementação urgente de suas estratégias digitais.

A  compreensão da essência da Cultura da Transformação Digital consiste basicamente em:

Entender o empoderamento do e-Consumidor + assimilar a Economia Compartilhada + instituir a alma de uma startup na empresa +  buscar disrupturas em seu segmento.

Já ouviu o ditado: ”se  correr o bicho pega e se ficar o bicho come?” A única arma contra esta equação no mundo corporativo é desenvolver disrupturas urgentemente, antes que a concorrência crie uma disruptura e afaste você da competição! Ou seja…o bicho come!

A Transformação Digital não é a contratação de uma agência, a aquisição de equipamentos ou profissionais da área! Trata-se  de um novo entendimento digital em sua mente em relação as mudanças de comportamentos da humanidade e isto inclui o mundo dos negócios.

LINHA DO TEMPO

1995

DO PROCESSAMENTO DE DADOS A ERA DA TI

PERCURSORES

. Computador Pessoal
. Início da Banda Larga
. Sistematização do Termo TI
. Pesquisa e Desenvolvimento

RESULTADOS

. Otimização de Custos
. Redução de Processos
. Aumento da Produtividade
. Presença Digital das Marcas
. Parametrização por Dados

DISRUPTURAS

. Entretenimento
. Fotografia
. Imagens Digitais
. Locação de Vídeos

2010

DO MARKETING DIGITAL A ERA DOS DADOS

PERCURSORES

. Advento das Mídias Sociais
. Web 2.0
. Smartphones
. Softwares e Aplicativos

RESULTADOS

. Globalização das Marcas
. Mkt tradicional x Mkt Digital
. Redes Sociais e Inbound Marketing
. Plataformas se Transformam em Canais
. Compra de Mídia Online
. Necessidade de Logística Eficiente

DISRUPTURAS

. Mídia em Geral
. Viagens
. Recursos Humanos
. Georeferenciamento

2018

DA TRANSFORMAÇÃO DIGITAL A 
INTELIGENCIA ARTIFICIAL

PERCURSORES

. Automatização Digital
. Tecnologia em Nuvem
. Inteligência Artificial
. Internet das Coisas
. Reconhecimento de Voz

RESULTADOS

. Transformação do Marketing
. Empoderamento Real do e-Consumidor
. Novos Modelos de Negócio
. Gestões Compartilhadas Orientadas por Dados
. Modernização dos Processos
. Necessidade de Logística Eficiente
. Estatização da Nova Economia

DISRUPTURAS

. Bancos (Finthecs)
. Educação (EdThecs)
. Saúde
. Transportes
. Varejo
. Telecomunicações
. Indústria
. Serviços

 

Fale com a GENTE e sinta a diferença.

Atendemos em toda América do Sul

Nossos profissionais reúnem mais de meia década de experiência e
cases de sucesso que vão impressionar Você e sua equipe, sobretudo no setor de PME!
Estamos ansiosos para participar da sua imersão na 
Cultura da Transformação Digital!

QGS4/BRASIL
Humano Coworking
Iporans, 737
Estância Turística de Tupã – SP – BRASIL
CEP: 17 601 170

+55 14 99648-1111

+55 19 98147-2225

+55 19 99845 4908

8 e 9 de setembro