ERA DOS DADOS

A necessidade premente de mudanças nas empresas para se adaptarem à Nova Economia é uma necessidade  mais do que fundamental, pois  estamos falando de sobrevivência no mercado.

Estruturas analógicas, informatizadas ou supostamente digitais, sobretudo com gestões hierarquisadas demais e antiquadas não resistirão ao dinamismo e as mudanças de comportamento social e corporativo da Era Digital, explica o growth hacket Sidney Ferrér.

Muitas empresas se consideram digitais apenas por possuírem um site, divulgar conteúdo através de inbound marketing, efetivar estratégias de SEO, funis e etc. Na verdade isso pode até ser considerado PRESENÇA DIGITAL ou um esforço de se conectar com o e-Consumidor para vender mais. Contudo, Imersão na Cultura da Transformação Digital vai muito mais além disso. Para Você entender melhor, destacaremos três importantes  conceitos:

SISTEMA OPERACIONAL

A Transformação Digital tem a tecnologia e a busca por inovação como suas principais aliadas.  esta decisão deve interferir todas as áreas da empresa de maneira interna e externa.  Todas as decisões serão não mais 

baseadas em dados empíricos , mas sim, através da análise preditiva de dados e a adoção de processos automatizados para queo otimizem recursos e sejam mais assertivas.  
Estas mudanças não são passíveis de serem concretizadas de baixo para cima e sim através da conscientização dos fundadores, para que essas operações se tornem reais.  A questão fundamental é que 

a Cultura da Transformação Digital seja entendida e assimilada por todos os Colaboradores, de modo que as equipes compartilhem informações o tempo todo e busquem soluções disruptivas para transformar a jornada do e-Consumidor.  Diante da Transformação Digital, todas as áreas da empresa , certamente serão impactadas. 

JORNADA DO E-CONSUMIDOR

Não basta mais apenas vender ou fidelizar o e-Consumidor. É necessário transformá-lo em um ´´advogado da marca´´.  Esta é uma nova estratégia que se inicia analisando preditivamente a jornada completa do Cliente desde a  prospecção, passando pela condução da tomada de decisão de compra e durante a utilização do produto ou prestação de serviço. Ultrapassa o sistema de garantia, indicação e pós-venda! Trata-se de um esforço unilateral para ENCANTAR o e-Consumidor e transformá-lo em um divulgador da  marca, produto, serviço ou empresa.

NOVOS MODELOS  DE  NEGÓCIO

Não há limites para a reinvenção dos modelos de negócios! A única certeza é que eles podem de fato ser reconsiderados e inovados diante das perspectivas da Economia Colaborativa e a questão da conectividade através da Internet. De imediato é possível ter o melhor do mundo físico e do digital como forma de transição e entendimento. Um bom exemplo é a mídia impressa (jornais, livros e revistas), que possuíam somente um canal de vendas e agora podem ter suas versões digitais e eletrônicas.  As editoras por exemplo, deixaram de depender somente de autores e passaram a empoderar  pessoas comuns a publicar seus próprios livros!

Estas novas perspectivas reestruturam todo o modelo de negócio. A empresa  se vê obrigatoriamente  a navegar nos diferentes canais que seus clientes estão, quais as melhores formas de prospectá-los, quais ferramentas podem utilizar para otimizar desempenho e etc. Tudo isso sem contar qual o aprimoramento da equipe, a importância da especialização dos profissionais envolvidos, entre diversos outros aspectos que permeiam  os negócios online. 

Fale com a GENTE e sinta a diferença.

Atendemos em toda América do Sul

Nossos profissionais reúnem mais de meia década de experiência e
cases de sucesso que vão impressionar Você e sua equipe, sobretudo no setor de PME!
Estamos ansiosos para participar da sua imersão na 
Cultura da Transformação Digital!

QGS4/BRASIL
Humano Coworking
Iporans, 737
Estância Turística de Tupã – SP – BRASIL
CEP: 17 601 170

+55 14 99648-1111

+55 19 98147-2225

+55 19 99845 4908

8 e 9 de setembro