A Química no Esmalte

O Esmalte

O primeiro esmalte surgiu na China, 3000 AC, e era feito com uma mistura de cera de abelha, ovos brancos, gelatina, corantes vegetais e goma arábica

Hoje são incluídos vários produtos afim de melhorar a aparência do esmalte e da unha. Ele poderia ser feito apenas de nitrocelulose dissolvida em acetato butílico ou acetato etílico. A nitrocelulose forma as finas camadas sobre a unha, enquanto o acetato evapora, fazendo com que o esmalte seque na superfície da unha. Assim, ele vira uma película que serve para proteger as unhas de lascas e/ou quebras. Entretanto, o esmalte contém uma extensa lista de ingredientes:

Solventes

São soluções utilizadas para misturar os ingredientes contidos na fórmula do esmalte, resultando em um produto uniforme. Assim que o esmalte é aplicado, o solvente evapora. A quantidade e tipo de solvente determina se a camada será fina ou grossa e o quanto ela demora a secar. 

Exemplos de solventes incluem: acetato etílico (ethyl acetate), acetato butílico (butyl acetate) e álcool (alcohol). Tolueno (toluene), xyleno (xylene) e formalina ou formaldeído (formalin / formaldehyde) são compostos tóxicos que eram super comuns nos esmaltes do mundo todo, alguns países já aboliram seu uso. Aqui no Brasil muitas marcas ainda os utilizam.

Formadores de Película

São compostos que formam a superfície lisa das camadas dos esmaltes. O mais comum é a nitrocelulose.

Resinas

As resinas fazem a película aderir à superfície da unha. São ingredientes que acrescentam profundidade, brilho e dureza para a película do esmalte. Um exemplo é a resina de tosilamida-formaldeído (tosylamide-formaldehyde resin).

Plastificantes

São os produtos que ajudam a manter o esmalte flexível, reduzindo as chances dele rachar. Plastificantes muito comuns são a cânfora (camphor), muito usada na gringa, e o Dibutilftalato (Dibutyl phthalate – DBP), bastante usado aqui no Brasil.

Pigmentos

São os produtos que dão cor ao esmalte. Uma surpreendente variedade de produtos pode ser utilizada como pigmentos em esmaltes. Pigmentos comuns incluem óxidos de ferro e outros corantes, como aqueles encontrados em tintas (CI). Além destes mais comuns, são utilizados outros Ingredientes de acordo com o acabamento do esmalte. Por exemplo, para o esmalte com shimmer, são usados minerais de pérola na sua composição, como dióxido de titânio (titanium dioxide) ou mica (ground mica). Holográficos contém spectraflair. E etc.

E como funciona a remoção dos esmaltes?

Ao ser passado nas unhas, o solvente presente no esmalte evapora, fazendo o esmalte secar. Ou seja, as unhas ficam livres de solvente! Para remover o esmalte das unhas, é necessário umedece-lo novamente, usando um solvente orgânico, sendo a acetona o mais comum deles. Os solventes orgânicos são capazes de dissolver o esmalte aplicado nas unhas, fazendo-o solidificar no algodão. Mas por que o esmalte vai para o algodão, e não fica molhado nas unhas? É mais fácil para o esmalte ficar no algodão porque ele é muito mais poroso que as unhas, assim, o esmalte “entra” no algodão e “fica preso” lá.

A acetona é poderosa e eficaz, mas prejudica nossas unhas, o que pode torná-las muito frágeis: a acetona não dissolve somente o esmalte, ela acaba dissolvendo um pouco da queratina presente na camada mais externa da unha (camada de proteção) e, assim, seu uso contínuo enfraquece a unha. Na verdade, isso também acontece com os removedores sem acetona, uma vez que também dependem de alguma substância volátil para remover o esmalte.

Remover Esmalte

Os removedores de esmalte contém algumas substâncias de risco à saúde. Por exemplo, inalar o vapor dos removedores que contém acetona pode causar dores de cabeça, tonturas, náuseas e até vômito. Já alguns dos removedores sem acetona contém alguns tóxicos que o fazem ser pior que aqueles com acetona! Ingrediente como o Anidrido Ftálico (Phthalic Anhydride) pode causar sérios problemas, como irritação, câncer, e outros perigos e também podem ser prejudiciais para nosso sistema respiratório. Mas que fique claro que não são todos! É importante que a gente sempre leia a composição dos produtos e tentar ficar longe de substâncias perigosas.

Removedores de esmalte sempre são prejudiciais à pele e às unhas. Toda vez que forem usados, as mãos devem ser muito bem lavadas.

Mas qual a melhor opção?!

Lenços removedores! Os lenços utilizam solventes não-tóxicos, e possuem glicerina e água na composição, o que os torna oleosos e ajuda na hidratação da cutícula e da unha.

Mas qual a melhor opção?!

Fale Conosco! De seu feedback comentando o que achou

Aceitamos todos os tipos de cartões

Nos envie uma mensagem

Siga-nos em nossas redes sociais

8 e 9 de setembro